Notícias

Processo Seletivo
Notícias da FIEMS
Senai, Sesi, Biosev e Prefeitura de Maracaju unem forças para qualificar trabalhadores
16-03-2017

Parceria entre Senai, Sesi, Biosev e Prefeitura de Maracaju vai levar qualificação para os trabalhadores da indústria sucroenergética no município desde a base da educação, começando pelo Ensino Fundamental, até chegar a formação técnica, que vai capacitá-los para iniciar a carreira profissional.

O Senai de Maracaju oferecerá cursos de aperfeiçoamento em NR 13 e NR 10 e cursos de qualificação nas áreas de mecânica e mecânica agrícola em uma unidade móvel instalada no pátio da Biosev, o que tornará o transporte mais fácil para o funcionário da empresa, enquanto a Escola do Sesi de Maracaju vai disponibilizar reforço escolar e vagas de Ensino Médio na modalidade EJA (Educação de Jovens e Adultos) para o trabalhador que deseja concluir os estudos. A prefeitura, por sua vez, terá como alvo aqueles que não terminaram o Ensino Fundamental, com turmas nas escolas municipais. O acordo quanto a parceria foi firmado no gabinete do prefeito de Maracaju, Maurílio Ferreira Azambuja, e a previsão de início das turmas é abril. 

A soma de esforços tem como objetivo alavancar o desenvolvimento econômico da região, promovendo a competitividade das indústrias e gerando emprego e renda por meio da geração de empregos para os moradores de Maracaju. “A união do Senai, Sesi poder público e iniciativa privada terá um importante reflexo na criação de oportunidades para o município. O maracajuense que hoje atua na Biosev estará mais qualificado para o mercado de trabalho, enquanto a indústria poderá priorizar a contratação do trabalhador local para os cargos mais altos, o que muitas vezes não acontece em razão da falta de qualificação”, afirmou o gerente do Senai de Maracaju, Luís Patrick de Andrade Soares.

A diretora da Escola do Sesi de Maracaju, Jaqueline Sant’Anna, explica que a iniciativa de oferecer uma turma de reforço escolar surgiu por uma demanda da própria Biosev. “Um dos gargalos apresentados pela indústria sucroenergética foi a evasão dos trabalhadores nos cursos do Senai, o que reflete na falta de mão de obra qualificada para atuar na empresa. Essa evasão muitas vezes se dá porque os alunos esbarram na dificuldade de acompanhar os conteúdos ministrados durante o curso. Por isso, a Escola do Sesi de Maracaju vai disponibilizar o reforço direcionado para esse conteúdo, além das turmas de EJA para os interessados em concluir o Ensino Médio, que é exigido em grande parte das vagas disponíveis no mercado de trabalho”, explica 

Para o prefeito de Maracaju, Maurílio Ferreira Azambuja, a parceria vai ao encontro do planejamento e crescimento do município. “Estamos preparando Maracaju para o futuro, e isso passa pelo ensino e profissionalismo. Quem tem um curso de qualificação profissional está, com certeza, a frente dos demais concorrentes, porque o mercado de trabalho só aceita os mais qualificados e devemos dar essa oportunidade para os nossos jovens”, disse o prefeito.