Home / Notícias

Notícias

Alunos do Senai de Dourados apresentam projetos desenvolvidos a partir de demanda da indústria
|11 de maio de 2018|

A partir de demandas apresentadas pela unidade industrial Santa Luzia, do grupo Atvos, localizada no município de Nova Alvorada do Sul, os alunos do curso técnico em açúcar e álcool do Senai de Dourados foram desafiados a desenvolver projetos integradores com temas pertinentes ao processo industrial do setor sucroenergético.

Segundo o gerente do Senai de Dourados, Yashi Miranda, a ação possui grande impacto tanto na formação do aluno Senai como para a empresa. “O ganho é mútuo. O aprendiz que estamos formando pelo Senai é preparado para ser um profissional diferenciado, inovador e criativo, capaz, portanto, de solucionar problemas. Já a empresa consegue também identificar através deste aluno um potencial de ganho imediato pois consegue visualizar possibilidades de soluções e com isso melhorar seu desempenho operacional”, afirmou.

Na avaliação do coordenador industrial da unidade Santa Luzia, Wagner Olivato, a qualidade do material apresentado demonstra o esforço e dedicação dos alunos. “Fiquei impressionado pela qualidade da apresentação e o nível de conhecimento sobre os temas que os alunos demonstraram, certo que formaremos grandes profissionais para o segmento sucroenergético”, destacou. 

A instrutora Maria do Socorro Mascarenhas Santos explicou que as desde o início das atividades, foram traçadas as metas que seriam desenvolvidas, bem como dos prazos para a finalização de cada etapa. “Os trabalhos foram desenvolvidos etapa por etapa com a participação efetiva dos alunos, o que demonstrou, além do empenho individual dos mesmos, o seu comprometimento responsável com o grupo que resultou em trabalhos com qualidade e credibilidade, ressaltando, ainda que cada meta foi cumprida e os trabalhos foram finalizados no prazo estipulado”, pontuou. 

Para a aluna Rayara Cristina Meira Nantes, a experiência trouxe enriquecimento pessoal e profissional. “Elaborar um Projeto Integrador junto com a Atvos e sob a orientação de uma instrutora com um conhecimento tão rico foi uma oportunidade única de aprender sobre os novos processos que estão surgindo na indústria sucroalcooleira. Além disso, é importante para a nossa formação termos esse contato com a área”, finalizou. 

 


Mais Imagens