Home / Notícias

Notícias

Senai da Capital qualifica 14 militares da Aeronáutica no curso de agente de inspeção de saúde e segurança do trabalho
|02 de agosto de 2019|

No âmbito do Projeto Soldado Cidadão, uma parceria entre o Senai Nacional e o Ministério da Defesa para qualificar militares das Forças Armadas, o Senai de Campo Grande entregou, nesta sexta-feira (02/08), durante cerimônia na BACG (Base Aérea de Campo Grande), os certificados de conclusão do curso de agente de inspeção de saúde e segurança do trabalho para 14 militares da Aeronáutica.

Segundo o diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, o curso serve para preparar o militar que está em vias de concluir o serviço militar obrigatório. “Nosso objetivo é ajudar a preparar esses jovens para o mercado de trabalho. E como uma instituição de ensino devemos oferecer esse tipo de parceria sempre de acordo com as demandas”, afirmou, enfatizando que a parceria será ampliada. “Quero convidar os militares a fazerem uma visita ao Senai de Campo Grande e à Escola Senai da Construção para que conheçam a estrutura e projetem novos cursos para 2020”, concluiu.

Para o comandante da BACG, brigadeiro do ar Augusto Cesar Abreu dos Santos, a realização desses cursos é de fundamental importância para os jovens que estão cumprindo o serviço militar obrigatório. “Recebemos por ano cerca de 150 a 200 jovens na faixa de 19 anos de idade com pouca ou nenhuma experiência profissional. Queremos agregar valores como a disciplina e hierarquia e também algumas habilidades profissionais para que, quando retornem à vida civil, sejam competitivos no mercado de trabalho”, explicou.

A 3º sargento Lucimeire Martins Coelho afirma que o aprendizado do curso será utilizado tanto na vida profissional, quanto na pessoal, enquanto o soldado Jonathan Marques Gonçalves acredita que após o curso adquiriu senso mais crítico na segurança e saúde do trabalho. “Usarei meus conhecimentos para auxiliar meus colegas no setor onde trabalho. Teremos um aumento no padrão da qualidade de serviço”, garantiu.

O soldado Leonardo Dutra Sandim já tinha mostrado interesse no assunto antes mesmo de entrar no serviço militar. “O curso vai me ajudar na carreira porque aprendemos a ter visão crítica, pois acidentes vão acontecer, temos que fazer de tudo para evitar. Quando eu sair daqui quero me especializar na área, pois gostei muito do assunto e didática do instrutor”, complementou.

O Projeto Soldado Cidadão funciona desde 2004 e abrange todo o território nacional na capacitação dos jovens que estão deixando a farda para retornar à vida civil. Quase 200 mil jovens já foram beneficiados pelo projeto, segundo o Ministério da Defesa, que oferece cursos em conformidade com a demanda do mercado de trabalho regional.


Mais Imagens